Qual a crença sobre os médiuns no Brasil?

Existe bastante interesse, para dizer o mínimo, por parte dos brasileiros quando o assunto é mediunidade.

Para você ter uma ideia, um dos termos mais procurados pelos brasileiros sobre o assunto é “como saber se sou médium”.

Entretanto, no meio de todo esse interesse, existe também muita ignorância, muitas pessoas não sabem o que são os médiuns e qual a crença sobre eles no Brasil e por ai vai.

Por isso, neste artigo, vamos tentar esclarecer algumas dessas questões.

Para começar…

O que é um medium?

Um medium pode ser definido de forma poética com a seguinte frase: é aquele que faz a ponte entre os dois mundos. Em outras palavras, não tão poéticas, um medium é uma pessoa encarnada capaz de entrar em contato ou ao menos ouvir espíritos.

Toda a crença em torno dos médiuns no Brasil é baseada em grande parte no espiritismo.

Uma história relacionada com o mundo dos médiuns a podemos achar na origem do terço da divina misericórdia, quando Cristo apareceu-se perante a Santa Faustina.

Espiritismo e os médiuns

No Brasil, foi o espiritismo que popularizou tudo que gira em torno dos médiuns . O espiritismo é uma religião que acredita no aperfeiçoamento do homem através de ensinamentos passados por espíritos.

No Brasil, um dos principais nomes do espiritismo sem sombra de dúvidas é o já falecido Chico Xavier, um homem que escreveu diversas obras sobre o assunto.

Entre os eventos notáveis da carreira de Chico Xavier estão ter dado uma entrevista que alcançou a maior audiência da tv brasileira e ter se tornado o escritor brasileiro de maior sucesso comercial de todos os tempos.

Allan Kardec

Allan Kardec

Talvez até mais importante do que Chico Xavier para a crença em médiuns no Brasil, Allan Kardec é um dos nomes proeminentes no que giram em torno do assunto no Brasil. Suas obras servem de base para a maior parte da crença em médiuns que os brasileiros possuem.

Apesar de a mediunidade ser objeto de estudo da ciência, no Brasil, a crença em médiuns existe graças ao espiritismo e a nomes como Allan Kardec e o brasileiro Francisco Cândido Xavier, o Chico Xavier.