Qual a crença sobre os médiuns no Brasil?

Existe bastante interesse, para dizer o mínimo, por parte dos brasileiros quando o assunto é mediunidade.

Para você ter uma ideia, um dos termos mais procurados pelos brasileiros sobre o assunto é “como saber se sou médium”.

Entretanto, no meio de todo esse interesse, existe também muita ignorância, muitas pessoas não sabem o que são os médiuns e qual a crença sobre eles no Brasil e por ai vai.

Por isso, neste artigo, vamos tentar esclarecer algumas dessas questões.

Para começar…

O que é um medium?

Um medium pode ser definido de forma poética com a seguinte frase: é aquele que faz a ponte entre os dois mundos. Em outras palavras, não tão poéticas, um medium é uma pessoa encarnada capaz de entrar em contato ou ao menos ouvir espíritos.

Toda a crença em torno dos médiuns no Brasil é baseada em grande parte no espiritismo.

Uma história relacionada com o mundo dos médiuns a podemos achar na origem do terço da divina misericórdia, quando Cristo apareceu-se perante a Santa Faustina.

Espiritismo e os médiuns

No Brasil, foi o espiritismo que popularizou tudo que gira em torno dos médiuns . O espiritismo é uma religião que acredita no aperfeiçoamento do homem através de ensinamentos passados por espíritos.

No Brasil, um dos principais nomes do espiritismo sem sombra de dúvidas é o já falecido Chico Xavier, um homem que escreveu diversas obras sobre o assunto.

Entre os eventos notáveis da carreira de Chico Xavier estão ter dado uma entrevista que alcançou a maior audiência da tv brasileira e ter se tornado o escritor brasileiro de maior sucesso comercial de todos os tempos.

Allan Kardec

Allan Kardec

Talvez até mais importante do que Chico Xavier para a crença em médiuns no Brasil, Allan Kardec é um dos nomes proeminentes no que giram em torno do assunto no Brasil. Suas obras servem de base para a maior parte da crença em médiuns que os brasileiros possuem.

Apesar de a mediunidade ser objeto de estudo da ciência, no Brasil, a crença em médiuns existe graças ao espiritismo e a nomes como Allan Kardec e o brasileiro Francisco Cândido Xavier, o Chico Xavier.

como saber se sou medium

Como saber se sou médium

Então!

Coisas estranhas e ou incomuns começaram a acontecer na sua vida? Você suspeita que é uma pessoa diferente por algum motivo? Talvez você seja um médium e não sabe.

Se você está passando por isso, temos algumas dicas para ajudar a você saber se realmente é um médium ou não. Para começar, vamos esclarecer uma coisa…

O que é um médium?

Um médium nada mais é do que uma pessoa que consegue se comunicar com espíritos ou desencarnados. Esta pessoa tem o poder da clarividência que é a capacidade de obter conhecimento sem a utilização dos canais sensoriais. Então como saber se você é médium?

Histórico familiar

O primeiro passo é perguntar para os seus parentes mais velhos se algo semelhante já aconteceu com algum membro da sua família. Talvez algum parente seu já tenha sido considerado ao menos diferente pelos outros membros da sua família o que pode significar a presença de um médium na sua família.

Transe psicográfico ou psicofônico

Um dos fatores definitivos nessa questão é o transe, seja ele enquanto você escreve (psicográfico) ou quando você está falando (psicofônico).

Estude as obras de Allan Kardec

Allan Kardec foi um dos principais escritores da doutrina espírita bem como um pioneiro nos estudos científicos sobre fenômenos paranormais. Estudar as obras desse escritor dará a você uma noção mais profunda sobre o que é ser um médium. Além disso, as obras de Allan Kardec são conhecidas pelas práticas que visam o desenvolvimento mediúnico.

Estude obras similares às de Allan Kardec

Allan Kardec é um dos principais autores que você deve procurar, entretanto, não fique preso apenas as obras dele. Invista o seu tempo para conhecer outros autores da área.

Fique atento aos sinais decisivos

Para saber se você é realmente um médium, existem alguns sinais que você deve nota. São eles: o transe psicográfico ou psicofônico, que já falamos anteriormente, vidência ou audição espiritual e efeitos físicos como objetos se movendo sozinho e etc.

Seguindo essas dicas, certamente as suas chances de confirmar se você é um médium ou não irão aumentar.

bola de cristal para clarividentes

A bola de cristal

Devo admitir que minha vida é muito agitada, assim como meus estados emocionais  que estão sempre em constante mudança, tanto para o bom quanto para o ruim.

Isto é especialmente verdadeiro quando se trata da minha vida amorosa.

Pois em 2003 namorei uma tempestade com muitos resultados misturados. A maioria deles nem se encontravam registrados na escala de Ritchter. A maioria deles apenas foram um mero estremecimento.

Apesar do fato de que o tipo de relacionamento que mais gosto é com um homem mais jovem, tenho realmente datado nos últimos anos uma vasta gama de idades. O que isso tem feito é convencer-me que eu estava absolutamente certa, em primeiro lugar.

Havia um par de pontos brilhantes no departamento emocional (ambos mais jovens) no final do ano, bastante emocionante e inicialmente cheio de promessas, mas eles não se transformaram em algo tangível.

Apesar dos perigos, desvantagens, rejeições, humilhações, frustrações e falhas de namoro contemporâneo, ainda gosto de encontros e namoro rapazes, e ainda estou otimista sobre encontrar alguém para rir e amar.

Será este o ano em que conheço o Sr. Especial?

Poderia eu ser repentinamente varrida fora dos meus pés ou talvez eu já o conheço eo relacionamento crescerá em algo grande? Não seria ótimo vislumbrar o futuro!

Bem, por que não fazer isso?

Duas pessoas que fazem exatamente isso em uma base regular são conhecidos médiuns e clarividentes, Robert Lindsy Milne e Deborah Levin.

Eu visitei para pedir-lhes para olhar em suas bolas de cristal e me diga o que eles previram em minha vida amorosa.

Como um gato amante, Levin estava ansiosa sobre a conexão com informações que poderiam me ajudar a encontrar o meu gato, que foi roubado no ano passado. No entanto, ela também estudou cuidadosamente minhas conexões românticas.

Primeiro, ela disse, era uma imagem forte de um homem que estava entrando na minha vida este ano ou talvez já estivesse aqui. Mas eu não reconheci o intelectual alto, delgado, de pele clara, de cabelos encaracolados em seus 40 anos de idade ou início dos anos 50. Ela descreveu.

Ele pode ser um vegetariano, está conectado a livros e escrita, é politicamente mental e bastante cansado sobre os relacionamentos“, disse ela. Mas ela me advertiu para ser cuidadoso como este não ia ser um relacionamento de longo prazo.

Muito ruim, como ele soa realmente interessante.

Perguntei-lhe sobre os homens que conheci no final do ano passado.

Um era impróprio, ela disse, porque ele é enganoso. “Ele ainda está em outro relacionamento.” Ah! Eu já mandado embora ele.

O outro é “muito bom” e “poderia ser bom para mim e oferecer um relacionamento muito agradável“, disse ela. Tudo certo!

Mas ela fez um ponto forte que eu deveria “resistir” ficar muito envolvida com alguém este ano como eu sou destinada a “expandir meus horizontes“, em vez de gastar tempo em um relacionamento.

Há um monte de portas abrindo para você este ano“, disse ela, “Você deve concentrar-se nesses e não perder nenhuma oportunidade por ser comprometida com alguém.”

Ela me dá um sorriso irônico. “Mas você vai ser testada sobre isso“.

Quer saber mais sobre as bolas de cristal?

Veja esse vídeo se está curioso e quer saber mais sobre o poder das bolas de cristal.